logotipo museu de penafiel
O Museu Municipal de Penafiel, situado em pleno centro histórico e comercial da cidade e num dos edifícios mais emblemáticos para a comunidade penafidelense

Dependente da Câmara Municipal de Penafiel, o Museu, é, há mais de sessenta anos, uma estrutura permanente, alicerce da política de planificação e gestão dos recursos culturais do município, com uma intervenção ativa na preservação e promoção de valores significantes do património móvel, imóvel e imaterial.
Constituído desde 1948, junto da Biblioteca, no palacete do Barão do Calvário, ficou a dever-se à persistência de Abílio Miranda, seu primeiro diretor.
Atualmente instalado no palacete Pereira do Lago, na Rua do Paço, edifício recuperado pelos arquitetos Fernando Távora e Bernardo Távora.
O Museu Municipal beneficia agora de uma ampla área de exposição e serviços que permite acolher visitantes e utentes com qualidade. O visitante poderá desfrutar neste espaço museológico das cinco salas temáticas da Exposição Permanente dedicadas à Identidade, ao Território, à Arqueologia, aos Ofícios e à Terra e Água, onde se privilegiou um discurso expositivo claro e moderno, apoiado em diferentes níveis de informação destinados a diversos públicos, e com recurso a numerosos e inovadores suportes multimédia, onde a interação, a pedagogia e o divertimento são a linha de força.
O Museu integra quatro núcleos museológicos. O Castro do Monte Mozinho foi o primeiro, seguido do Moinho da Ponte de Novelas, inaugurado em 2006. O ano de 2013 trouxe dois novos núcleos, o Engenho de Sebolido em abril e, em setembro, a Aldeia de Quintandona. Nos quatro núcleos o Museu faz visitas guiadas para grupos mediante marcação prévia.
Tem Associação de Amigos instituída em 1999.