logotipo museu de penafiel
O Castro de Monte Mozinho integra a Rede de Castros do Noroeste Peninsular

T-shirt Customization O Castro de Monte Mozinho, nas freguesias de Oldrões e Galegos, concelho de Penafiel, é um povoado fortificado de altura que ocupa um cabeço destacado da serra, com 408 m de altitude. Desfrutando de amplos horizontes, que se estendem a Leste até a Serra do Marão e a Sul atingem o Montemuro, debruça-se sobre a depressão onde corre o rio Cavalum / ribeira da Camba, caminho natural que une o Norte do concelho ao rio Douro, modernamente percorrido pela estrada Penafiel - Entre-os-Rios. 

Povoado castrejo de época romana, fundado no século I d.C. mas com uma ampla cronologia de ocupação, que chega mesmo a atingir o século V, é fortificado com duas linhas de muralhas. O castro possui uma extensa área habitada, com cerca de 22 hectares, e apresenta diversas reformulações urbanísticas, sendo possível observar vários tipos de construção, desde núcleos de casas-pátio de tradição castreja, com compartimentos circulares e vestíbulo, às complexas habitações romanas de planta quadrada ou retangular.

www.thebagsales.com Na parte superior do castro destaca-se a muralha do século I, cuja entrada era flanqueada por dois torreões onde se encontravam duas estátuas de guerreiros galaicos, atualmente no Museu Municipal. O topo do castro é coroado pela acrópole, delimitada por um espesso muro e estéril em construções interiores. Aí se desenrolariam atividades várias, como jogos, assembleias, mercado, etc.

As escavações no Castro de Monte Mozinho tiveram início em 1943. Interrompidos os trabalhos arqueológicos por algumas décadas, foram então retomados em 1974, e desde então não mais pararam, podendo o espólio ser visto no Museu Municipal de Penafiel.
Inaugurado em 2004, o Centro Interpretativo do Castro de Monte Mozinho Replica Chloe Handbags constitui um núcleo museológico do Museu Municipal.